Está difícil… mas, precisamos falar sobre o que está acontecendo no Irã

Salam amigos! Normalmente falo somente sobre temas de arte e cultura do Irã, aqui na minha página. Mas há dias, acompanho nos stories do Instagram dos meus amigos iranianos e das minhas páginas favoritas, diversas manifestações de revolta, tristeza e indignação sobre a morte da jovem Mahsa Amini. 

Por todo o Irã, estão acontecendo protestos, e infelizmente, há dezenas de mortos e centenas de feridos nos confrontos entre a polícia e os manifestantes. E desde quarta-feira (21/09), as mídias sociais como o WhatsApp e o Instagram estão bloqueados no Irã. 

Por esse motivo, em solidariedade ao nossos queridos amigos iranianos, especialmente às corajosas mulheres que lutam por seus direitos, farei uma pausa em minhas publicações normais.  

Por experiências anteriores, evito postar conteúdos negativos sobre o Irã no meu Feed, porque infelizmente há muitos comentários de ódio, que não trazem nada de construtivo para o meu trabalho. Mas sigo atenta às notícias e em breve, trarei alguma postagem pertinente.

Este post tem 0 comentários

  1. Anônimo

    para alguém que sempre fez um trabalho serio e imparcial com relação a divulgação do ira ! agora vc esta olhando para apenas um lado ao invés de ver a situação como um todo ! os protestos são legítimos ou estão sendo usados como massa de manobra como foi aqui 9 anos atras ! a menina morreu por causa da brutalidade ou foi algum outro problema que oportunistas externos tiraram vantagem ! esse e tipo de pensamento que vc deveria ter e pelo que souber são este supostos manifestantes que estão cometendo brutalidades contra a policia e demais forças de segurança.

  2. Janaina Elias

    Por favor me dê um exemplo prático do que é ser imparcial. Há pessoas que nunca comentaram em nenhum dos meus post para incentivar o meu trabalho, mas vem aqui como anônimo para me criticar. Mesmo com as dificuldades de conexão eu estou conversando diariamente com meus amigos no Irã e há 4 semanas eles estão expressando a mesma indignação. Eu não sou a favor de nenhum tipo de violência, mas se você conhece a realidade do povo iraniano deveria saber o quanto as pessoas estão sofrendo.

Deixe um comentário